Carreira

Como trabalhar em Museu: Principais vagas e Carreiras

Como trabalhar em Museu

Essa é uma das profissões mais empolgantes de todo o mundo, mas, afinal, como trabalhar em museu?

Se você sonha em viver essa experiência tão incrível, nós do Recursos & Humanos decidimos separar alguns pontos fundamentais para ajudá-lo nessa jornada fantástica.

A museologia é uma das profissões mais incríveis do mundo.

Estudar o grande número de acervos e artefatos históricos é uma das muitas tarefas desenvolvidas por um profissional da área. Além disso, ao contrário do que se imagina, os museólogos não se mantêm restritos apenas aos museus.

Na verdade, uma das muitas ligações que a profissão possui é com o patrimônio cultural produzido pelo homem, como obras arquitetônicas, tradições populares, manifestações artísticas e muito mais.

Ainda assim, a museologia não é tão famosa em solo nacional, por isso, não existem muitos profissionais. Porém, ainda é possível ver alguns entusiastas que desejam conhecer e colher todos os frutos dessa profissão tão incrível.

Pensando nisso, decidimos trazer algumas curiosidades bem interessantes para que você possa dar o seu primeiro passo da forma correta.

Como trabalhar em museu: principais requisitos e diferenciais que o ajudarão a se destacar na área

É claro que, como em qualquer outra profissão, trabalhar em um museu exige alguns pré-requisitos bastante importantes. Esses requisitos são fundamentais para que os funcionários estejam totalmente de acordo com a proposta exigida pela organização contratante.

Mesmo seguindo todos os requisitos, saber se destacar em meio aos demais candidatos é uma tarefa bastante importante.

Por isso, além dos requisitos que você precisa seguir para poder se candidatar às diversas vagas disponíveis no mercado, também resolvemos trazer alguns pontos diferenciais que o ajudarão a se destacar entre seus concorrentes.

Sendo assim, prepare-se para conhecer alguns pontos fundamentais que o ajudarão a conseguir trabalhar em um museu!

Requisitos

Antes de mais nada é preciso destacar o quão importante é o conhecimento da língua inglesa para qualquer área disputada.

Museus são conhecidos por atraírem visitantes diversos, incluindo estrangeiros. Por isso, a facilidade em se comunicar em outros idiomas é imprescindível. Principalmente quando falamos do inglês.

Existe um conceito hierárquico bastante eficiente dentro das muitas categorias que compõem o museu. Por isso, é relativamente fácil conseguir uma vaga.

Para aqueles que desejam atuar com exposições e com a análise das peças presentes, é preciso ser formado em museologia. Afinal, a grande maioria das peças organizadas nas exposições tem valor histórico.

Além disso, os museólogos também são responsáveis por organizar apresentações teatrais, como danças e outras atividades artísticas que expressam a cultura de determinada região.

Contudo, nem todas as áreas de atuação necessitam de uma formação específica. Na verdade, uma das vagas mais concorridas e desejadas por algumas pessoas necessita apenas do nível Médio.

As vagas de recepcionistas de museu têm se tornado cada vez mais visadas e disputadas pelos profissionais.

A possibilidade de se trabalhar em um ambiente riquíssimo em cultura e, principalmente, tranquilo, tem despertado a atenção e os desejos de profissionais de diversas áreas.

Como trabalhar em Museu

Veja também: 

Diferenciais

Estar de mente e coração abertos para o aprendizado e o conhecimento de tantas culturas e histórias relacionadas a elas é um dos principais diferenciais buscados pelas instituições.

Muitos museus buscam contratar pessoas que compartilhem da mesma sintonia que os valores seguidos pela organização. Portanto, gostar de aprender coisas novas e se interessar por história são grandes diferenciais.

Como dissemos, os museus são conhecidos por serem extremamente cativantes, por isso, deveras atrativos. Portanto, o número de visitantes estrangeiros tende a ser bastante expressivo.

Sendo assim, conhecer outras línguas além do inglês pode não só lhe abrir portas para o ingresso da sua carreira, como alavancá-la de forma exponencial.

Contudo, nenhum outro diferencial é tão importante quanto a organização. Ser um profissional organizado e coeso lhe trará grandes frutos com o passar do tempo. Afinal, tais características são fundamentais em qualquer área de um museu.

Vagas dicas para melhorar sua apresentação profissional:

Como começar a trabalhar em um museu?

Trabalhar em um museu é o sonho de algumas pessoas que valorizam o ambiente tranquilo e recheado de cultura. As diversas áreas oferecidas pelas instituições também são extremamente convidativas a novos profissionais.

Porém, uma questão ainda não foi solucionada: como começar a trabalhar em um museu?

Vagas CLT

Com a demanda crescente de pessoas buscando novos conteúdos e atrações, as visitações aos museus têm crescido consideravelmente. Por isso, a demanda por profissionais atuantes é grande.

Sendo assim, o método mais comum e, consequentemente, mais eficiente de começar a trabalhar em um museu, é se candidatar às vagas que surgem. Na grande maioria das vezes, as vagas são noticiadas nas páginas oficiais das organizações.

Portanto, não deixe de manter seus olhos bem abertos a cada vaga que abrir. Quem sabe uma delas não é a sua, hein?

Trainee

Existem diversas áreas dentro de um museu que necessitam de profissionais mais capacitados. Por isso, historiadores, geólogos e, principalmente, museólogos, têm um papel de destaque nessas empresas – o que faz dessa a oportunidade ideal para os candidatos a trainee.

As vagas para trainee têm crescido cada vez mais no Brasil, e é claro que nos museus isso não seria diferente, não é mesmo?

Por conta das vagas oferecidas e da pouca popularização das áreas em questão, as vagas para trainee são cada vez mais constantes. O motivo, é claro, se dá graças à necessidade das empresas em recrutar pessoas extremamente competentes e originais, e auxiliá-las durante todo o processo de profissionalização.

Aos interessados em cursar museologia, essa pode ser uma vaga super atraente, então, anote em seu caderninho de oportunidades e ideias!

Quais profissões existem dentro de um museu?

E existem outras profissões dentro de um museu além das citadas acima? É claro que sim!

Os museus contam com uma série de profissões que fazem sua engrenagem girar. Portanto, decidimos listar algumas delas em seguida para que você possa ampliar suas possibilidades:

  • Museólogo;
  • Historiador;
  • Geólogo;
  • Recepcionista;
  • Guia;
  • Administrador;
  • Produtor de conteúdo;
  • Artistas (visuais, plásticos e cenográficos).

Essas são apenas algumas das muitas áreas que de atuação dentro de um museu. Caso você não tenha encontrado a sua, não se preocupe, afinal, ainda existe uma infinidade de outras áreas correlacionadas. Continue procurando e boa sorte!

Vagas aleatórias:

Deixe seu Comentário