Carreira

Intérprete de libras: salário e principais áreas de atuação

Intérprete de libras

Com a acessibilidade e inclusão social de muitas pessoas se tornando pautas cada vez mais frequentes e importantes em todo o mundo, algumas determinadas profissões começaram a crescer no conceito da comunidade como um todo. É fato de que, cada vez mais, as pessoas estão se dando conta de que a normalidade não se aplica somente para uma realidade, e que pessoas com deficiência devem sim ter as suas demandas completamente atendidas pelos demais.

Mesmo ainda não sendo uma realidade tão concreta em muitos lugares do globo, tornar um local ou até mesmo algo mais acessível para uma pessoa com deficiência faz com que ela tenha, pelo menos, condições de igualdade para seu crescimento profissional ou pessoal quando comparado com uma outra pessoa. Incluir acessibilidade é, muitas vezes, igualar as condições de desempenho entre dois seres.

E uma das profissões que ao longo do tempo vem ganhando uma expressiva notoriedade, e que desde sempre possuem uma grande importância, é o intérprete de libras – a segunda língua mais falada no Brasil. Estes profissionais tem como não só objetivo, mas também como importância, fazer uma ponte de comunicação para aquelas pessoas que são consideradas surdas ou mudas.

Tendo em mente a importância dessa profissão para a comunidade geral e como ela faz com que o mundo seja mais igualitário, saiba agora muito mais sobre o que faz um intérprete de libras:

O que é um intérprete de libras?

Bom, não adianta, independentemente do local onde você esteja, seja ele um shopping, uma universidade ou uma boate, você definitivamente já encontrou alguém falando em linguagem de sinais e se perguntou: o que exatamente significa aquilo? Bom, esta é basicamente a função de um intérprete de libras, fazer com que tanto uma pessoa surda quanto uma pessoa sem deficiência auditiva, possam se comunicar entre si.

O intérprete de libras é um profissional capacitado para auxiliar na tradução da língua para quem não conhece a linguagem e, também, para quem possui algum grau de deficiência auditiva. É através destes profissionais que muitas pessoas acabam sendo capazes de compreender um determinado discurso, ou algo que está passando pela TV e que, sem esse auxílio, não seria de fácil compreensão.

Imagine se você, que tanto costuma ir ao cinema para assistir um filme, ou maratonar séries através de um serviço da Netflix, Amazon Prime ou qualquer outro serviço de streaming, simplesmente não conseguisse fazer isso sem a presença de legendas. Ou pior, imagine que você está em uma faculdade, ou assistindo a alguma palestra de seu interesse, e simplesmente não há como você entender o que está sendo dito naquele momento.

Então, caso não existisse um profissional intérprete de libras à disposição no mercado, esta seria a realidade aproximadamente 10 milhões de pessoas – isto somente no Brasil.

Qual a importância de um intérprete de libras?

Bom, definitivamente não há dúvidas de que a profissão de intérprete de libras é excepcionalmente indispensável e importante para a sociedade como um todo. Mas por que?

Como já citado anteriormente, ter um intérprete de libras a disposição faz com que muitas pessoas que, devido a uma determinada condição não possuem características como outras tantas, possam finalmente ter acesso à algo que deveria ser, em uma sociedade igualitária, de direito de todas as pessoas.

Dessa forma, para uma pessoa com deficiência auditiva, seja ela surdez completa ou parcial, a presença de um profissional como este significa o acesso à um mundo extremamente importante e que, muitas vezes, lhe fora negado durante muito tempo. Muitos alunos com deficiência auditiva não possuem intérpretes à sua disposição, o que dificulta ainda mais o seu aprendizado.

E, caso o aprendizado seja realmente dificultado, tudo isso acaba acarretando em uma maior dificuldade para inserção no mercado de trabalho. Então, basicamente, esta é a real importância de um intérprete de libras, facilitar o acesso à comunicação e compreensão para pessoas com problemas auditivos e, então, ajudar a tornar mais igual um mundo que já possui inúmeras desigualdades, dando condições para todas as pessoas.

É obrigatório a presença de um intérprete de libras em alguns lugares?

Felizmente, sim. Foi sancionada em 2002 uma lei que promove o acesso à comunicação para pessoas com deficiência auditiva, tornando a Libras uma forma de comunicação e expressão inteiramente legítima. Em 2015 uma outra lei aprovada também faz com que condições de igualdade sejam apresentadas a pessoas com qualquer tipo de deficiência, garantindo acessibilidade dentro do trabalho.

E um dos lugares que também é obrigatório a possuir um intérprete de libras, são as entidades de ensino. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira estabelece que os sistemas de ensino devem apresentar professores especializados ou capacitados para atuarem com alunos especiais em sala de aula – incluso, então, pessoas com deficiência auditiva.

E quais são as áreas de atuação de um intérprete de libras?

Devido à enorme demanda por professores que sejam especializados ou devidamente capacitados em libras, a maioria destes intérpretes trabalham na área da educação – garantindo o futuro de muitas pessoas. Mas, apesar disso, as áreas de atuação deste profissional definitivamente não se limitam apenas à esta função, indo muito mais além da sala de aula.

Além da área educacional, há também grande procura por parte de centros culturais, bancos, hotéis, igrejas, emissoras e estúdios de televisão, indústrias, comércios e, também, diversas outras instituições públicas e privadas. A TV Senado, por exemplo, possui intérpretes especialmente capacitados para que todas as pessoas possam ter acesso ao conteúdo publicado por ela.

Além disso, devido ao fato de que muitas destas áreas de atuação estarem ligadas a instituições públicas, existem concursos com vagas específicas para intérpretes de libras – um incentivo mesclado com uma necessidade.

E há também outras áreas as quais podem exigir a presença de um intérprete de libras – as quais não necessariamente precisam ser correspondentes à empregos fixos. Um profissional destes pode trabalhar como prestador de serviços em tradução de eventos, videoaulas, congressos e, até mesmo, programas de televisão – como a já citada TV Senado, por exemplo.

Já o salário, varia muito de acordo com cada função exercida pelo profissional. Em concursos públicos, muitas vezes, a remuneração pode acabar sendo maior, mas em média um intérprete de libras ganha entre R$ 1,2 mil à 3,1 mil por mês.

Deixe seu Comentário