Carreira

Profissões com Q: lista de cargos com a letra Q

Profissões-com-Q

Você conhece quais são as profissões com Q que temos em nossa língua portuguesa? Q é uma letra mais contida quando o assunto são profissões, principalmente se comparada com algumas outras letras muito mais presentes no vocabulário brasileiro.

Mas, veremos que essas profissões com Q possuem grande importância para nós, em diversas áreas de atuação, envolvendo a educação, pesquisas, medicamentos, produtos estéticos, dentre muitos outros.

Vamos conhecer quais são essas profissões? Então, continue lendo este conteúdo até o final para não perder nenhum detalhe.

Leia também:

Profissões com Q

  • Químico;
  • Químico Industrial.

Vamos conhecer melhor cada uma dessas duas profissões, suas áreas de atuação, salários, etc. Confira abaixo.

Químico

O químico é aquele profissional que estuda e treina tudo relacionado aos estudos das ciências químicas, que são tão variadas e englobam muitas possibilidades.

O profissional que estuda química e suas ciências, estuda muito sobre a composição da matéria e suas propriedades. Dentre elas, temos o estudo da densidade e da acidez.

A pessoa que se torna químico fica responsável pela análise de diversas substâncias e compostos. Também foca nas características químicas e físico-químicas, e suas reações quando são colocadas sob pressão e em diversas temperaturas, assim como outras possibilidades.

Esse profissional está presente em diversas áreas de atuação. Por exemplo, ele é importante em empresas químicas (já já falaremos sobre esse profissional que atua diretamente em indústrias), pode atuar como professor em escolas e universidades, na área farmacêutica, de produtos de beleza, dentre outros.

Vamos conhecer um pouco sobre algumas dessas áreas:

Professor de química

O professor de química pode atuar no ensino médio e em faculdades e universidades, sendo mais incomum estarem atuando em escolas de ensino fundamental – poucas escolas, geralmente particulares, possuem a matéria de química em seu currículo nesta fase dos estudos.

Em faculdades e universidades, eles podem atuar diretamente no curso de química ou engenharia química, mas também em outros cursos que possuem a matéria de química em sua grade curricular.

Para que a pessoa formada em química tenha a permissão para dar aulas, é preciso ter licenciatura. Por isso, se você quer dar aulas de química algum dia, procure se informar sobre o curso que você irá fazer e se ele possui licenciatura.

Ou seja, nem todo químico pode ser professor. Assim como em outras áreas que podem seguir para o lado educacional.

Químico na área farmacêutica

A farmacêutica envolve a manipulação de medicamentos, e o químico é essencial nesse trabalho. Ele auxilia no controle de qualidade dos medicamentos, garantindo que possuam as dosagens exatas e que possam ser vendidos legalmente.

No próprio curso de farmácia há matéria de química, e muita matemática envolvida para a realização de manipulação de medicamentos. Por isso, em ambas as partes, é essencial ter conhecimento em química.

O salário desse profissional poderá variar de acordo com sua área de atuação, sendo como professor, químico atuando na área farmacêutica, etc.

Em média, o salário de um químico é de R$ 2.563,59. Quanto mais você estiver preparado para o mercado, tendo uma graduação qualificada, pós-graduação, mestrado, dentre outros, mais chances terá de garantir uma boa remuneração pelo seu trabalho.

Químico Industrial

O químico industrial é aquele profissional que trabalha com química mas, especificamente, na área da indústria. Essas indústrias podem ser de diversos produtos e estudos, sendo da área farmacêutica, de produtos estéticos, controle de resíduos químicos, dentre muitos outros.

Ele será o responsável por garantir que todos os processos sejam feitos de forma correta dentro dessas indústrias, garantindo a qualidade, definindo quais serão os métodos utilizados, questões de temperatura e pressão, etc.

Este profissional possui a opção de estudar em um curso com bacharelado ou tecnólogo, sendo feito a escolha no momento de escolher o seu curso.

Dentre os principais aprendizados que essa graduação irá oferecer, temos a atuação em laboratórios (que será onde mais irão estar presentes dentro de uma indústria) e sobre a utilização dos equipamentos de forma correta.

Haverá muitos cálculos neste estudo, por isso, esteja preparado para usar e abusar da matemática se quiser se tornar um químico industrial. Dentre as matérias que você poderá encontrar na grade desses cursos, temos:

  • Cálculo;
  • Estatística;
  • Físico-química;
  • Física Geral e Experimental;
  • Cálculo Diferencial e Integral;
  • Química Analítica Qualitativa.

Já encontrou a matemática e a física bem presentes, não é? E esses são apenas alguns exemplos, pois a grade é muito mais e pode variar (em algumas matérias) de acordo com a universidade ou com as especificações que você escolheu (tecnólogo ou bacharelado).

O profissional que atua como químico industrial pode estar presente em diversos tipos de indústrias, bastando ela envolver processos que precisem deste profissional para garantir a qualidade e um processo feito de forma correta.

Dentre as opções de indústrias, e cargos dentro delas, ele pode ter uma variação salarial. Mas, em média, um químico industrial ganha R$ 5.412,36. Se trata de uma ótima média salarial no Brasil, mas pode ser ainda maior de acordo com sua atuação, nível de estudos, dentre outros detalhes.

Sua atuação deve ser impecável, afinal, principalmente em áreas que envolvam medicamentos e produtos para pele, qualquer erro químico pode gerar problemas para a indústria e para seus clientes.

Além disso, dentro de uma empresa e uma indústria, a tubulação pode envolver muita pressão e altas temperaturas – que devem ser devidamente controladas. E esse também é o trabalho de um químico.

Conclusão

Quem diria que conhecer as profissões com Q acabaria em saber mais sobre as áreas químicas, não é mesmo? Você sabia que existiam apenas duas profissões com a letra Q na língua portuguesa?

Apesar de usarmos tanto essa letra, principalmente em nossos questionamentos, ela não é uma das letras mais comuns que temos em nosso vocabulário.

Se você pretende estudar química e seguir carreira nessa área, é preciso começar com uma graduação em química. Se for dar aulas após formado, lembre-se de que você precisará da licenciatura para estar apto a ensinar.

Se você gostou deste conteúdo, continue acompanhando o nosso site para demais matérias como essa e muitas outras que poderão te ensinar muito sobre diversos assuntos.

Leia também:

Deixe seu Comentário