Currículo

Experiência profissional para currículo: como organizar?

Experiência profissional para currículo

Você já entregou quantos currículos e não conseguiu nenhuma entrevista de emprego? Talvez isso tenha acontecido porque montou o documento de maneira equivocada. Existem alguns padrões de currículos que você encontra facilmente na internet, depois é só editá-lo, o próprio Word é um programa que facilita esta missão.

Além do padrão físico do currículo, é preciso que ele apresente informações que o recrutador precisa saber. É fundamental destacar a sua experiência profissional. E isso deve ser feito de maneira que deixe o avaliador interessado no seu perfil, a ponto de selecioná-lo para a etapa seguinte, que é a entrevista de emprego.

Será que devo por todas as minhas experiências? Veja a seguir.

Como montar um currículo?

O currículo é um documento importante para ser entregue em uma empresa que está com vagas abertas no mercado de trabalho. Esse material deve ser elaborado com sabedoria, já que nenhum recrutador quer perder muito tempo tendo que ler as suas informações. Já começa por aí a chance de passar para a próxima fase.

É preciso que este documento apresente as suas qualificações profissionais, indicando as faculdades, cursos e eventos que participou. Não precisa colocar todos eles, se forem muitos, apenas os com mais destaque e também os mais recentes, isso deixa o seu currículo mais apresentável. Seja sucinto e prefira utilizar tópicos.

Outro ponto importante que não pode deixar de ser apresentado em um currículo diz respeito a experiência profissional. É interessante destacar as atividades com maior relevância que já desenvolveu em sua carreira. Faça isso de um modo que chame atenção do avaliador.

O candidato deve ter em mente que o recrutador terá uma pilha de currículos em sua mesa, principalmente se a candidatura é para uma vaga que oferece um bom salário. Destacar as suas qualificações é algo importante, mas mostra-las na prática é essencial para garantir a vaga.

Em que parte do currículo entra a experiência profissional?

Os currículos possuem um padrão a serem seguidos. Eles devem começar com a apresentação pessoal, algo que não precisa ser muito extenso. Depois será o momento de falar sobre os seus objetivos profissionais, em seguida é o momento de indicar as suas habilidades técnicas adquiridas com cursos e por fim, as experiências profissionais que possui.

É interessante falar um pouco mais no último item, o das experienciais profissionais. Não deve ser feito de maneira superficial. Muitas pessoas que estão em busca de vagas no mercado de trabalho ainda ficam confusas quanto ao modo de organizarem este item.

O que precisa aparecer?

No item das experiências é necessário que apareça os lugares onde você trabalhou, quais cargos ocupou na empresa, quanto tempo ficou em cada uma das organizações e quais atividades desempenhou ao longo deste tempo.

Primeiro coloque o nome da empresa por onde já passou e se ela for desconhecida, então diga qual era o segmento de atividade. Em seguida, insira o cargo que ocupava nesta firma e por fim deixe claro a data de sua entrada e saída.

Não esqueça de informar as atividades desenvolvidas

É preciso que o candidato informe quais atividades eram desenvolvidas nos empregos anteriores. Não é indicado citar apenas o cargo, algo que é muito superficial. Muitos profissionais são como camaleões, eles conseguem trabalhar em diferentes funções dependendo da empresa.

É preciso ainda citar os programas que usava em sua rotina, as ferramentas e as técnicas empregadas nas atividades.

A ordem cronológica inversa

Diferente de outras coisas, as experiências profissionais no currículo devem ser inseridas de maneira inversa. Coloque primeiro os seus trabalhos mais recentes e depois os trabalhos mais antigos. Isso vai mostrar que você está atualizado, de acordo com as necessidades cada vez mais ágeis do mercado de trabalho.

Não precisa colocar todas as experiências

Não é necessário inserir todas as experiências profissionais que você possui. Procure colocar apenas as mais relevantes e principalmente aquelas que estão de acordo com a função buscada. Se você ainda tem poucas experiências no mercado de trabalhos, então poderá acrescentar alguma atividade, mesmo que não seja ligada com a oportunidade disponível.

Se você preferir não colocar todas as suas experiências profissionais, elas devem ser indicadas de alguma forma, para que o avaliador saiba que você já trabalhou em alguma outra coisa. As experiências servem para dar mais valor ao seu currículo.

Caso opte por enviar o currículo por e-mail, uma dica é colocar uma reticencia, indicando que suas experiências podem ser conhecidas pelo link do LinkedIn.

Siga os nossos exemplos:

Cargo: Repórter
Período: 02/2015 até 06/2019
Atividades: Trabalhei como repórter durante quatro anos, desenvolvendo a função de entrevistar pessoas, elaborar textos e fazer entradas ao vivo na programação da emissora. Fui responsável por diversas atividades neste período, adquirindo experiência com redação e improviso.

Cargo: estagiário
Período: 03/2013 até 01/2015
Atividades: Foi um período com clipagem de jornais, revistas e sites, para identificar o que saia sobre a empresa em que eu trabalhava. Neste período adquiri a habilidade de encontrar informações com mais facilidade e rapidez. Também consegui melhorar meu texto.

Cargo: analista de logística
Período: 07/2013 até 11/2019
Atividades: Fui responsável por analisar as transações realizadas por 10 clientes em nossa região. Acompanhava as solicitações e consegui adquirir novos clientes. Neste período, ministrei treinamento sobre o programa XYZ aos novos funcionários, que começaram a partir de fevereiro de 2018.

Cargo: técnico em logística
Período: 02/2012 até 04/2013
Atividades: Eu dava suporte técnico para diferentes áreas, trabalhando em uma central, mas também envolvia atendimentos presenciais em empresas clientes. Eram mais de 20 solicitações a cada dia.

Agora você já sabe o que fazer

De modo geral, as informações apresentando suas experiências devem ser colocadas de maneira clara e objetiva. Comece pelas mais recentes, informando o nome da empresa, o cargo e o período em que trabalhou por lá. As atividades devem ser tratadas em 1ª pessoa.

Você deverá tomar cuidado para apresentar de maneira estratégica as suas experiências profissionais. Para não errar, faça uma organização em seu currículo. Se tiver mais do que quatro experiências para mostrar na mesma área, escolha somente a mais nova.

Deixe seu Comentário