Entrevista

Redação para entrevista de emprego: como se destacar?

Redação para entrevista de emprego

Nos dias de hoje, são muitos os meios de comunicação, mas o uso de boas técnicas de escrita é baixo. No caso dos mais jovens, a preocupação é ainda maior pela falta de experiência, ainda mais se a necessidade for a de escrever uma redação para entrevista de emprego.

Sem contar que outro grande motivo de dúvida é o desconhecimento a respeito da estrutura da dissertação ou do tema proposto. Isso porque a maioria dos recrutadores tende a aplicar esse tipo de teste para avaliar e analisar demais competências de um entrevistado.

Ou seja, pontos como síntese, argumentação, gramática, fluência na língua e coerência. Isso tudo pode soar exagero, mas ao examinar esse domínio da língua é fácil notar uma série de graves erros. Como resultado, você pode acabar sendo eliminado do processo.

Enfim, para reduzir a pressão e o nervosismo nesse momento, selecionamos algumas dicas e estratégias para aumentar as suas chances de conquistar a vaga. Para isso, confira abaixo como fazer uma redação para entrevista de emprego ou mesmo uma recolocação de mercado eficiente.

Dicas de redação para entrevista de emprego

Claro que, além das dicas a seguir, você pode melhorar suas habilidades de escrita mantendo um hábito regular de leitura. Assim, você aumenta seu conhecimento sobre gramática, vocabulário e ainda fica mais confiante ao enfrentar uma redação para entrevista de emprego.

Monte uma boa estrutura

Primeiro, comece com um título que precisa estar relacionado ao tema, valorizando seu texto e conhecimentos gerais. A seguir, escreva uma introdução que seja bem objetiva, a fim de passar ao entrevistador o assunto principal da sua redação. Para isso, você pode começar apresentando ideias e argumentos.

Aliás, aqui você precisa defender sua tese contextualizando todo o assunto. Em seguida, deixe uma conclusão com um resumo do que fora proposto. De qualquer forma, confira abaixo outras dicas valiosas para você implementar numa redação para entrevista de emprego.

Introduza sua opinião: você precisa deixar claro qual o seu ponto de vista. Afinal, com uma boa apresentação qualquer conceito terá aceitação. Entretanto, cuidados com visões radicais ou temas polêmicos demais;

Empregue riqueza ao vocabulário: repetir palavras podem tornar uma leitura desagradável e bem cansativa, sem falar que isso demonstra pobreza de vocabulário. Assim, procure ler bastante para empregar sinônimos e palavras diversas ao redigir seu texto;

Seja objetivo: é preciso expor opiniões e argumentos de forma direta. Para isso, respeite todas as sequências lógicas presentes numa boa narrativa para criar um texto leve, claro e conciso;

Mantenha uma linguagem simplificada: afinal, textos com muitas palavras difíceis e rebuscados demais também podem ficar confusos e cansativos. Aqui, o que será avaliado é a harmonia entre seus argumentos;

Revise com atenção ao final: última e vital fase numa redação para entrevista de emprego, um simples erro pode acabar com todo o seu trabalho até aqui. Por isso, fique atento a cada palavra e linha do texto ou erro gramatical e ortográfico.

Redação para entrevista de emprego

Na redação para entrevista de emprego: siga a temática

Apesar de poucos textos apresentarem tema livre, é sempre importante você ficar atento ao tema. Até porque os recrutadores tendem a estabelecer um caminho para dificultar sua estrutura de argumentos.

Por outro lado, caso você escolha o tema, elabore algo que valorize seus aprendizados. De qualquer forma, mesmo que o foco seja seu desenvolvimento acadêmico e profissional, lembre-se de que as informações não precisam parecer seu currículo.

Aliás, esta hora é perfeita para você expor todos os seus conhecimentos, sejam do mercado de trabalho ou até mesmo sobre a atualidade. Sendo assim, confira a seguir alguns assuntos comuns numa redação para entrevista de emprego:

Sobre a empresa

Claro que todo entrevistador vai busca avaliar se você conhece a empresa em questão e se está a para dados da vaga. Para superar isso, você precisa estar bem preparado, pesquisando tudo sobre a empresa, ainda mais sobre visão, valores e área de atuação.

Vale lembrar ainda que esse tema pode surgir junto com a pergunta sobre porque você quer trabalhar na empresa ou até mesmo sobre qual o motivo de você ter se candidatado à vaga. Enfim, aqui também é possível argumentar informações sobre produtos, serviços e até alguns fatos históricos.

Redação para entrevista de emprego: vida profissional

Para que você apresentar uma completa trajetória pelo mercado de trabalho, este tema é ótimo. Entretanto, indicamos que você estabeleça uma ordem cronológica concisa e ainda destaque quais os pontos altos dentro da sua área de atuação. Se preferir, aborde ainda suas experiências e habilidades relacionadas à vaga em questão.

Quem é você

Um dos pontos mais comuns, ao elaborar uma redação no estilo “quem sou eu” fique atento apenas às informações essenciais. Afinal, aqui você pode apresentar tanto uma dissertação sobre a trajetória profissional quanto expor dados sobre sua vida pessoal.

Evite a qualquer custo

Óbvio que também existem dicas sobre o que você não deve fazer numa redação para entrevista de emprego. Para fechar nosso artigo sobre redação para entrevista de emprego, anote de antemão alguns perigos que você pode correr ao escrever seu texto.

Chega de gírias: você não está no celular ou num Messenger. Assim, deixe-as pelo menos na língua falada, pois na escrita essas expressões são informais demais;

Escreva sem usar abreviações: Mais uma vez, numa linguagem de mensagens de texto ou na internet, tudo pode ser simplificado. Por outro lado, numa redação para entrevista de emprego a técnica não é bem vista. Neste caso, evite empregar “tbm”, “vc” e outras abreviações simplórias;

A presença da redundância: pode ser cansativo e um erro explicar uma coisa mais de uma vez. Embora algumas sentenças possam passar despercebidas por você, o texto certamente vai acabar ficando repetitivo para o entrevistador;

Não abuse de estrangeirismos: mesmo que a globalização tenha incorporado diversas palavras em nossa língua, algumas podem e outras não devem ser usadas. Tudo depende do bom senso, pois nem o vale a pena você querer mostrar conhecimento e inteligência mas abusar do “internetês” e “americanizar” demais sua escrita;

Enfim, evite analogias ou metáforas: caso precise usar esses recursos de linguagem, tenha atenção para não deixar o tema proposto sair da linha. Aliás, nossa dica é você fugir deles. Até porque você está escrevendo uma redação para entrevista de emprego, e não um romance ou poesia.

Deixe seu Comentário