Carreira

Como trabalhar em Portugal: as melhores dicas para brasileiros

Como trabalhar em Portugal

Aprender como trabalhar em Portugal é algo importante para quem busca vagas de emprego fora do país, e escolheu o país europeu como destino.

Sendo uma região europeia, Portugal é um destino relevante para os brasileiros, devido às familiaridades culturais e também à própria língua em comum.

De uma forma geral, não é apenas a língua e a ancestralidade que o Brasil carrega de comum com o país, havendo semelhanças também no próprio modelo trabalhista.

Mesmo assim, há muitas questões burocráticas que envolvem esse processo de migração. E a busca por um emprego está inteiramente relacionada com toda a segurança e legalidade dessa ação.

Por isso, neste artigo, o Recursos & Humanos reuniu as melhores dicas de como trabalhar em Portugal para quem é brasileiro e quer conhecer melhor como funciona, bem como o que é preciso para conseguir um emprego seguro.

Como é o sistema de trabalho português?

Um dos pontos mais positivos da forma de trabalho em Portugal é que o sistema trabalhista do país é bastante similar ao do Brasil. Assim, salvo algumas exceções, a jornada de trabalho é de cerca de 40 horas por semana, sendo 8 horas em cada um dos 5 dias de trabalho semanais.

Outro ponto importante é que a legislação garante um salário mínimo como base trabalhista, oferecendo o mínimo necessário à sobrevivência para quem trabalha formalmente.

Qual o valor do salário mínimo de Portugal?

Seguindo novamente um método similar ao brasileiro, os reajustes anuais alteram os valores a depender dos fatores externos. No país, essa base salarial é de 705€, em 2022.

Dentro da União Europeia, trata-se de um valor mais intermediário, que não está entre os mais baixos, mas também anda bem longe dos países mais avançados.

Como trabalhar em Portugal?

Assim como nos demais países, é preciso buscar a legalidade da profissão para conseguir exercer o trabalho adequadamente e receber todos os direitos fundamentais. Dentre os principais passos, alguns se destacam como sendo indispensáveis:

Fazer um passaporte

Em Portugal, o passaporte é realmente a única documentação relacionada à viagem que o governo aceita. Então, para quem ainda não possui esse documento, é fundamental providenciá-lo.

Garantir um emprego com antecedência

Um dos primeiros passos de como trabalhar em Portugal é não deixar as coisas para a última hora. Se o grande objetivo dessa mudança para o país é entrar em um mercado de trabalho mais adequado, ter garantias prévias é realmente algo que faz a diferença.

Afinal, assim como no Brasil, há bastante concorrência na hora de conseguir um bom emprego. Outro fator que dá ainda mais importância para esse quesito é que ele é algo obrigatório para que a pessoa consiga um visto no país.

Nesse sentido, é preciso haver ou um contrato devidamente assinado ou então ao menos uma promessa real de emprego. Isso também dá mais segurança para começar no trabalho assim que entrar em Portugal.

Conseguir um visto de trabalho

Por fim, mas não menos importante, outro passo fundamental para ter como trabalhar em Portugal é ter em mãos um visto. Essa é uma ação voltada para quem não possui uma cidadania europeia ou então portuguesa.

Como trabalhar em Portugal

Veja também:

Principais modelos de contratação

Em Portugal, um ponto que também deve-se levar em consideração é na hora escolher a forma de trabalho. Isso porque, no país, existem dois modelos de trabalho principais:

  • Contrato: mais formal, como os trabalhadores CLT no nosso país
  • Recibos verdes: trata-se de uma modalidade menos formal, algo similar a um autônomo

Modelo por contrato

Essa é uma alternativa comum, e que realmente equivale ao formato dos trabalhadores CLT do Brasil, com a carteira assinada. Nesse caso, o trabalhador segue uma rotina mais fixa, com horários e salários estipulados pela empresa.

Assim, é justamente a organização quem faz o repasse dos encargos para o governo e também providencia os direitos fundamentais para o seu empregado. As férias, os salários de Natal e aí por diante.

Modelo por recibos verdes

Como mencionado inicialmente, trata-se de um formato mais informal, onde o trabalhador é o principal responsável por gerenciar seus direitos e deveres. De uma forma simples, assemelha-se ao Microempreendedor Individual brasileiro.

Nesse caso, a empresa não faz os repasses dos encargos, mas sim o próprio empregado.

Os benefícios como férias também não fazem parte desse modelo. Eles, então, seriam uma maior flexibilidade de horários, salários variados e sem a constituição de vínculos, permitindo deixar o emprego quando bem entender.

Como trabalhar em Portugal: conseguindo uma vaga de emprego ainda no Brasil

Garantir uma vaga de emprego em outro país não é uma tarefa tão simples quanto parece, principalmente quando ainda se está no Brasil. Assim, a internet oferece um apoio importante nesse momento, conectando empresas e trabalhadores.

Em Portugal, existem alguns sites de emprego que são uma boa alternativa para observar o mercado e se candidatar às vagas de trabalho.

Além disso, há também outras alternativas e dicas importantes a se considerar para ampliar esse mercado de buscas e maximizar as chances de ser contratado.

Manter o currículo atualizado

Uma forma relevante é sempre manter o currículo o mais atualizado possível. Fora isso, é necessário também buscar um padrão europeu, para se adequar às regras de Portugal.

Buscar empregos pelo LinkedIn

Outra bela alternativa para quem busca como trabalhar em Portugal é utilizar o próprio LinkedIn. Esse é justamente o objetivo da rede social, proporcionando o contato entre as partes: empresa e trabalhador.

E muitos empregadores portugueses fazem parte da plataforma, buscando encontrar profissionais qualificados. Assim, ficar de olho nessas oportunidades faz toda a diferença.

Usar o Facebook como ferramenta de busca

Apesar de não ser essa a sua meta, o Facebook é também um espaço que oferece boas conexões com o mundo de trabalho. Muitas empresas portuguesas estão presentes na plataforma, bem como diversos grupos que ajudam a encontrar empregos no país.

Enfim, fique de olho em todas as oportunidades e continue buscando sua vaga ideal. Boa sorte!

Deixe seu Comentário